quinta-feira, 15 de junho de 2017

NOTÍCIAS DO SONGO


A RECUPERAÇÃO PELO TRABALHO

Ao que leio na ANGOP a “unidade penitenciária militar do Songo” põe “os reclusos a produzir mandioca, banana, abacaxis, milho, feijão, palmeiras, hortícolas…” e, ainda, desenvolvem competências na “aquicultura.”; os produtos obtidos pelo trabalho destas pessoas são para consumo no “Comando da Região Militar Norte” onde se integra também o “Hospital Militar”.
Com este trabalho, estou certo, estas pessoas que um dia atentaram contra o bem-estar de terceiros, facilmente conseguirão inserir-se na sociedade, deixando para trás a vida de delinquentes. Considero que não há nada pior para a recuperação de uma pessoa do que o ócio (não o ócio de férias/descanso que esse só faz bem, refiro-me ao ócio permanente ou de longa duração). Estão pois de parabéns, mais uma vez, os songuenses.



Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe aqui o seu comentário: