domingo, 18 de junho de 2017

TRAGÉDIA EM PEDRÓGÃO GRANDE

 
O que um raio pode fazer!
Foto: Internet


Perante a dimensão de tal tragédia, o país fica de luto!
A nossa solidariedade, sentida, para com os familiares e rápidas melhoras aos acamados.
Um abraço fraterno a todos os que trabalham para porem fim a esta situação dificílima, muito obrigado pelo vosso esforço e a vossa abnegação.                                          
Foto: Internet




AOS QUE TOMBARAM,
 PAZ ÀS SUAS ALMAS.

quinta-feira, 15 de junho de 2017

NOTÍCIAS DO SONGO


A RECUPERAÇÃO PELO TRABALHO

Ao que leio na ANGOP a “unidade penitenciária militar do Songo” põe “os reclusos a produzir mandioca, banana, abacaxis, milho, feijão, palmeiras, hortícolas…” e, ainda, desenvolvem competências na “aquicultura.”; os produtos obtidos pelo trabalho destas pessoas são para consumo no “Comando da Região Militar Norte” onde se integra também o “Hospital Militar”.
Com este trabalho, estou certo, estas pessoas que um dia atentaram contra o bem-estar de terceiros, facilmente conseguirão inserir-se na sociedade, deixando para trás a vida de delinquentes. Considero que não há nada pior para a recuperação de uma pessoa do que o ócio (não o ócio de férias/descanso que esse só faz bem, refiro-me ao ócio permanente ou de longa duração). Estão pois de parabéns, mais uma vez, os songuenses.



quinta-feira, 1 de junho de 2017

O RELÓGIO!!!


Foto:Internet
Não consigo entender o porquê de tanto ruído à volta de um “pobre” rapaz que se esfalfa a estudar e que por ter receio de chegar atrasado às aulas, alegadamente, comprou um relógio (cuja imagem se reproduz), e que o fez, graças ao seu apuradíssimo sentido de poupança, com as paupérrimas reservas da sua magra mesada.
 – Ah, mas o relógio tem isto e mais aquilo, ele (o pobrezinho do rapaz), podia assim e mais assado… 
– Claro que sim, vossas excelências têm toda a razão. Mas não é que o “pobre” do menino é d’olhão! Sim, tem um olho grande, só olha para o que é bom – o malandreco; pois se havia tantos relógios à escolha, o magano do garoto, inteligente, fez-se àquele. Os "ricos" não faziam assim, não. Esses deitavam a mão a uns… digamos assim, mais fraquinhos, afinal de contas este só custou, alegadamente, a módica quantia de €500.000,00, não é verdade? Mas este rapazola aprendeu e muito bem com o papá! Pois, não é burro, não senhor.
E nós,  falamos, falamos porque estamos ruidinhos..., não é mesmo?

Ó gentes do nosso Mundo, abram a pestana.e